Novidades do setor de energia

Renewable,Energy,-,Sunlight,With,Solar,Panel.,Wind,With,Wind

Aconteceu em Setembro: O crescimento da geração renovável e as medidas para conter a crise hídrica

O mês de setembro foi marcado pela maior contribuição da geração de energia renovável no Nordeste para o Sistema Interligado Nacional (SIN). 

Habitualmente, os meses de agosto e setembro marcam o pico da safra dos ventos dessa região, quando é esperado o pico de geração eólica do ano. 

O gráfico abaixo mostra que em 2021 não foi diferente.

A geração eólica apresentou elevação desde o início de agosto, e se manteve elevada até o fim de setembro, fato que levou o Operador Nacional do Sistema (ONS) a mudar o critério de confiabilidade das linhas de transmissão entre o Nordeste e o Sudeste de N-2 para N-1. 

Ou seja, uma redução provisória da confiabilidade do sistema de transmissão a fim de aumentar a capacidade de intercâmbio de energia entre os subsistemas. 

Essa é uma das medidas de combate à crise hidro energética, que busca um melhor aproveitamento da geração renovável do Nordeste, exportador nesse período.

Ainda em setembro, tivemos o início da primavera que contribuiu para o aumento da geração fotovoltaica, como observamos no gráfico abaixo.

Destacamos que a geração solar fotovoltaica bateu recordes no dia 19 de setembro, quando atingiu 1.251 MWm, sendo capaz de atender 2% da demanda do sistema, com pico de geração instantânea de 3.574 MW, sendo 2.610 MW provenientes do Nordeste, montante capaz de atender mais de 27% do subsistema.

Programa de Redução Voluntária da Demanda

Outro fator relevante ao mês de setembro foi o início do programa de Redução Voluntária da Demanda (RVD), medida que atende a Portaria MME nº 22/2021 e tem o objetivo de combater a crise hidro energética através da redução do consumo dos grandes consumidores do Ambiente de Contratação Livre (ACL).

O prazo inicial para o envio das ofertas de redução para o mês de setembro era até o dia 10/09, mas por conta da quantidade de dúvidas relacionadas ao processo no sistema do ONS foi prorrogado para o dia 17/09. 

O montante total aprovado para redução pelo CMSE foi de 442 MW. 

A maior adesão foi do segmento industrial, com destaque para o setor metalúrgico seguido pelos ramos de minerais não metálicos, indústria química e papel & celulose.

Entenda mais sobre o Programa de Redução Voluntária de Demanda 

Acompanhamento do PLD

Durante a maior parte do mês de setembro, o PLD se manteve no teto regulatório de R$ 583,88/MWh, reduzindo apenas no final do mês  por conter dias pertencentes à primeira semana de outubro pelos modelos de precificação de energia.

Na base horária, os submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Norte apresentaram-se acoplados durante quase todo o período, enquanto o Nordeste apresentou maior volatilidade dada a grande contribuição da geração de fontes renováveis em setembro.

Acompanhamento da Carga

No mês de setembro o consumo iniciou com uma redução devido a uma frente fria que atingiu os subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Sul na primeira semana, além do feriado de 7 de setembro.

Após o feriado, o consumo manteve um patamar elevado, também observado ao final de agosto, fechando o mês com uma carga média de 70 GWm.

Para as próximas semanas seguimos com a expectativa de elevação do consumo, em comparação com as semanas anteriores, em decorrência do aumento de temperatura esperado para o período.

Acompanhamento dos reservatórios

O reservatório do submercado Sudeste/Centro-Oeste fechou o mês em 16,7% da sua capacidade máxima, resultando no pior nível observado nos últimos anos, ficando cerca de 32 p.p. abaixo da média do mês de Setembro.

Entenda como o nível dos reservatórios impacta a geração de energia.

Apesar da redução, o mês de setembro deu indícios de uma melhora das chuvas na região sul para as próximas semanas. Fator que deve contribuir para uma elevação do intercâmbio de energia entre o Sul e o Sudeste/Centro-Oeste e, assim como as outras medidas, auxiliar na redução do deplecionamento dos reservatórios dessa região.

Tenha acesso à análises e estudos detalhados sobre o Mercado Livre de Energia e conte com a nossa expertise. Fale com um de nossos especialistas

Saiba tudo sobre o Mercado Livre de Energia