Novidades do setor de energia

campanha de economia de energia eletrica nas empresas

Aprenda como fazer uma campanha de economia de energia elétrica na sua empresa

Você já parou para pensar em todos os benefícios de uma campanha de economia de energia elétrica nas empresas? Não estamos falando apenas do alívio de pagar uma conta de luz mais barata, mas também de uma das melhores dicas de sustentabilidade para trabalhar de forma consciente e preservar nosso planeta.

Além de saber como calcular o consumo de energia, para reduzir os custos é preciso um esforço conjunto, tanto da parte dos gestores quanto de funcionários e colaboradores. Os responsáveis pela empresa devem, por exemplo, direcionar seus esforços para pontos como:

  • Uso de equipamentos com consumo de energia A
  • Manutenções preventivas nos equipamentos
  • Automação de luz e ar-condicionado
  • Substituição de lâmpadas incandescentes pelas de LED ou fluorescentes
  • Ambientes com cores claras e luz natural

Porém, tudo isso será em vão sem uma campanha de economia de energia elétrica. Para implementá-la de forma eficaz em sua empresa e conscientizar toda a força de trabalho, confira as dicas que listamos abaixo.

7 dicas para campanha de economia de energia elétrica nas empresas

Segundo um ranking que mede o custo da energia para a indústria divulgado pela Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), o Brasil é o 6º país com a conta mais cara do mundo. O valor, de R$ 402,26 por MW/h, é 46% superior à média internacional.

campanha de economia de energia eletrica nas empresas
Fonte: Veja

Esses dados comprovam que uma campanha de redução de consumo deve ser prioridade em uma estratégia de gestão de energia elétrica. E, como você verá logo abaixo, seus funcionários podem contribuir de forma significativa com a adoção de alguns hábitos simples e práticos.

1. Desligar luzes e aparelhos eletrônicos ao final do dia

Vamos começar pela maneira mais simples de economizar energia, mas que muitas vezes passa despercebida na correria do dia a dia. Oriente seus funcionários a sempre apagar as luzes e desligar os aparelhos eletrônicos no final do dia.

Se possível, o ideal é que os aparelhos sejam retirados da tomada, principalmente quando se trata de períodos de inatividade mais longos. Além de representar uma economia considerável no longo prazo, é uma medida de segurança para evitar possíveis curto-circuitos.

2. Colocar o computador para hibernar

Sabemos que o computador é um aparelho eletrônico à parte e que muitas vezes não é conveniente desligá-lo e ter que abrir tudo novamente para começar a trabalhar no dia seguinte. Por isso, a melhor solução é colocá-lo para hibernar.

Dessa forma, você consegue salvar seu trabalho, mantém todas as abas e páginas da internet abertas, mas o computador fica desligado. A reativação leva um pouco mais de tempo do que quando o colocamos no modo de suspensão, mas a economia de energia vale a pena.

Outro toque importante a dar aos funcionários é que, no caso de um intervalo rápido, também vale a pena desligar ao menos o monitor.

3. Aproveitar a luz natural

Se você fez a sua parte e criou um ambiente de trabalho com cores claras e muitas janelas, é essencial orientar os funcionários a aproveitar ao máximo a luz natural. Além do alívio na conta de luz no final do mês, a saúde e o bem-estar da força de trabalho também agradecem.

Organize o espaço de trabalho posicionando as mesas e locais de convivência bem perto das janelas. Dessa forma, é possível aproveitar a luz do sol para iluminar o ambiente e ainda arejá-lo com ar fresco.

4. Otimizar o uso do ar condicionado

Como dissemos acima, o ideal é deixar as janelas abertas para aproveitar não só a luz como também a ventilação natural. Mas estamos cientes de que vivemos em um país tropical e o uso do ar condicionado é, muitas vezes, inevitável.

No entanto, não é preciso simular o clima da Sibéria para deixar o ambiente de trabalho mais fresco. Se estiver muito quente do lado de fora, ligar o aparelho em menos de 20°C demandará muita energia para manter a diferença de temperatura entre o ambiente externo e o interno.

O mais recomendado é pedir que os funcionários deixem o ar condicionado em 23°C. Essa temperatura já é suficiente para refrescar o ambiente e é adequada para a maioria das pessoas.

5. Ter atenção ao usar a geladeira

Embora gastem menos energia que o ar condicionado, as geladeiras da empresa também devem ser usadas de forma consciente. Para isso, oriente seus funcionários a guardar e retirar os alimentos de uma só vez para não ficar abrindo e fechando a porta.

Também é preciso pedir que as pessoas fiquem atentas às borrachas de vedação para garantir que as portas permaneçam bem fechadas. Como responsável pela empresa, além da conscientização, é importante providenciar que as geladeiras sejam instaladas em locais arejados e sem encostar em paredes e móveis.

6. Incentivar o uso das escadas

Estimular as pessoas a trocar os elevadores pelas escadas tem vários benefícios. Além da economia na conta de luz, essa sugestão ajuda a melhorar o condicionamento físico dos funcionários e ainda aumenta a disposição para outras tarefas cotidianas.

Quando o uso do elevador for imprescindível, a dica também é bastante simples. Peça que as pessoas apertem apenas o botão correspondente ao sentido para o qual desejam se deslocar. Isso fará com que apenas o elevador mais próximo seja acionado.

7. Evitar os horários de pico

Nós já falamos aqui no blog sobre horário ponta e fora ponta. Mas não custa lembrar: entre as 18h e 21h dos dias úteis a tarifa de energia chega a ter um preço três vezes maior quando comparada aos valores cobrados nas demais horas do dia.

Oriente então seus funcionários a tentar realizar suas atividades sempre dentro do horário comercial, fora do pico de consumo. Se for necessário estender o horário de trabalho para a noite, peça que eles redobrem os cuidados com todos os itens que listamos acima.

Com estas dicas simples, você conseguirá dar forma a uma campanha de economia de energia elétrica na sua empresa. E, para manter os funcionários sempre bem conscientizados da sua importância, também vale a pena:

  • Distribuir panfletos sobre a campanha
  • Espalhar adesivos informativos
  • Produzir vídeos educativos
  • Realizar reuniões periódicas sobre metas de redução

Por fim, se você quiser economizar ainda mais, nossa recomendação é que você migre para o Mercado Livre de Energia. Qualquer indústria ou comércio que esteja ligado em média ou alta tensão pode participar, desde que atenda a alguns requisitos.

Como consumidor livre, você poderá negociar tanto o preço da energia como as condições de pagamento. Além da redução nos custos, também é possível optar por tipos de geração de energia mais sustentáveis.

Quer saber como poupar até 35% na sua conta de luz no Mercado Livre de Energia? Acesse agora mesmo o site da Esfera Energia e converse com um dos nossos consultores sobre a possibilidade de terceirizar toda a gestão de energia elétrica da sua empresa com segurança.

Saiba tudo sobre o Mercado Livre de Energia